Aprendiz em busca de novas oportunidades no turfe pernambucano

quinta-feira, 03/01/2019 | Autor: admin-jockey

Matéria: Francisco Mendonça

Nos dias atuais, o que leva um garoto ainda na fase da adolescência sair do seu convívio familiar, deixar as brincadeiras, amigos e mudar para conhecer um lugar totalmente desconhecido, em busca de novas oportunidades de crescimento profissional? Coragem, determinação, talento e amor a profissão. Sim, foi em busca de tudo isso que no dia 31 de dezembro o aprendiz de jóquei, Wallison Assis Pereira, 14 anos, deixou o convívio familiar em Sobral, no Ceará, para iniciar o Ano Novo focado nos seus objetivos de dá mais um importante passo na carreira que escolheu, a  carreira de jóquei, uma das mais concorridas entre os jovens que são antenados nas corridas de cavalos. Chegar onde esse garoto quer chegar não vai ser fácil, a exigência é bem maior nos dias atuais. No turfe que tem um Leandro Henrique, B.Queiroz, V.Borges, C.Lavor, V.Gil, W. Xavier e outros grandes talentos como Alan Maciel no Recife, não é tarefa fácil e, ele é bem consciente das dificuldades que vai encontrar pelo caminho.

Com a autorização dos pais, e liberado pela comissão de corridas do JCPE, Wallison escolheu o Recife para dá início a sua caminhada fora da sua cidade natal onde começou montado animais de cancha reta. Com cinco vitórias, sendo quatro com animais mestiços e uma com PSI, ele conseguiu a primeira vitória montando PSI no Derby Club Sobralense, no dorso do animal Imprudent Marsh, que por coincidência deu ao aprendiz J.Lemos, hoje no turfe paulistano, a primeira vitória no Recife.

Ano Novo, novos desafios e, Wallison não perdeu tempo, na tarde do segundo dia do ano deu início a nova jornada sob a orientação e supervisão do treinador W.Maciel, que sempre fez questão de dá oportunidade a novos talentos, assim, o jovem levou o primeiro animal de propriedade do Stud Remar para trotar na raia. É bem diferente, curvas mais, abertas, retas mais longas… Tenho que me adaptar a essa mudanças. Foi à primeira observação de Wallison que sonha no futuro ter oportunidade de exercer sua profissão nos centros mais adiantados do sul do país. O futuro jóquei que gosta de montar animais correndo de alcance, fala em um dia tentar um espaço fora do Brasil.

Desejamos boa sorte e sucesso ao mais novo aprendiz do turfe nordestino.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *