Clássico Carlos Martins de Medeiros promete velocidade e emoção

terça-feira, 04/12/2018 | Autor: admin-jockey

Matéria: Chico Mendonça

Três clássicos bem equilibrados irão marcar a programação do XXVIII Grande Prêmio Edisio Pereira, que será disputado no próximo sábado, 08 de dezembro, no Hipódromo da Madalena.

 

O primeiro clássico da programação será a prova de velocidade, na distância de 1.100 metros, Clássico Carlos Martins de Medeiros, onde o animal que seria o favorito inconteste, First Champion, vai ser acuado não só pelo seu principal rival, Mestre Alemão, mas também pelos demais competidores que prometem uma acirrada luta da largada a chegada. Coisas do turfe pernambucano que é uma fabrica de emoções.

 

No último encontro de velocistas em 1.200 metros, o Clássico Zélia Dias Medeiros, o grande favorito First Champion, que vinha de uma fácil vitória nos 1.000 metros do Grande Prêmio Romeu Medeiros foi surpreendido por Mestre Alemão, que tinha obtido um triunfo na Prova Especial Cláudio Santa Cruz, em 1.300 metros.  O páreo do próximo sábado promete ser uma revanche que vem mexendo com os nervos dos responsáveis, não só pelos dois animais favoritos, mas também pelos demais competidores que disputarão a prova: Lampião, estreante do Stud Irmãos Pereira; Kamal, que mudou de treinador e estava muito bem, mas apresentou um contratempo de última hora; e El Bacan, que vem preparadíssimo após excelentes atuações no Tarumã/PR, na Gávea/RJ e seus proprietários não querem que seja uma viagem perdida.

 

No dorso de First Champion vai Alan Maciel, um dos grandes talentos do turfe pernambucano. Já montando Mestre Alemão, os titulares do Stud Unidos  Pelo Turfe, que fizerem um belo carnaval com a vitória em cima de First Champion, optaram pelo mesmo jóquei, J.Júlio, o qual deu uma extraordinária condução ao filho de Union Avenue (USA).

 

Por volta das 15h50 do próximo sábado, os cinco grandes velocistas do turfe nordestino deverão estar alinhando na seta dos 1.100 metros, para mais uma emocionante disputa que vai levantar poeira no areão da Madalena, fazendo bater mais  forte os corações de milhares de aficionados turfistas nordestinos.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *