De Volta ao Passado. 1992, Ripley Olé. 1993, Marsalis e Alce Mau.

quarta-feira, 10/07/2019 | Autor: admin-jockey

Por Chico Mendonça.

No De Volta Ao Passado dessa semana vamos rever três bons momentos do turfe pernambucano nos anos de 1992 e 1993. Na foto do dia 18 de outubro de 1992, o titular do Stud Rubro-Negro Joaquim Moreira, acompanhado dos amigos. Roberto Estelita, Fernando Petrucio, Francisco Nunes (Xinho) e Djalma Wanderley Neto (Mito), recepciona o alazão Riply Olé, após uma linda vitória em 1.400 metros, com a condução precisa do jóquei J.Silva (Babá).

Riple Olé – Stud Rubro Negro – 1992.

No dia 17 de janeiro de 1993, o animal Marsalis (Especulante (ARG)  e Grasera)  garantiu a foto da vitória para o Stud Pontual. Na foto da vitória, o titular do stud Leonidas Arruda, com os amigos. Arlindo, Gildo, Luizinho, Zé Hilton, Eugênio, e os garotos da época, Diego Barros (Hoje titular do Stud The Barros) Miro, Tam e Lucas Barros. V.Barros conduziu o vencedor que cravou o tempo de 70.7s para os 1.100 metros do percurso.

                                                 Marsalis – Stud Pontual – 1993

No dia 03 de janeiro de 1993, o turfista Augusto Cesar vibrou muito na foto da vitória do cavalo Alce-Mau, um filho de Mau Mau e Dame Royale, que nasceu e foi criado nas dependências do Jockey Club de Pernambuco, nas cocheiras da família Barros. Na foto da Vitória Augusto Cesar, criador e proprietário de Alce-Mau, não escondeu a felicidade ao receber o seu lindo animal na companhia de Vera, Gesica, Rosilene Sobral, Fátima, Sandra Barros, com suas longas madeixas, e os filhos de Augusto Cesar. O treinador  J.Barros preparou o vencedor que teve a condução de V.Barros.

Alce-Mau – Augusto Cesar – 1993

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *