Comissão de Corridas anuncia alterações na Copa Potros do Futuro e Tríplice Coroa Pernambucana.

quarta-feira, 17/03/2021 | Autor: admin-jockey

Por Chico Mendonça.

Em comum acordo entre os criadores, proprietários, Direção do JCPE e Comissão de Corridas, as competições Copa Potro do Futuro e Tríplice Coroa Pernambucana sofreram algumas alterações. A Copa Potros do Futuro que teve início na 12ª reunião com duas provas na distância de 800 metros, terá a próxima prova na distância de 900 metros. As demais provas serão sempre acrescidas de 100 metros, até o limite de 1.200 metros. A final será realizada no dia 26 de junho na distância de 1000 metros, reunindo os cinco melhores competidores com bolsa de R$. 5.000.00 (Cinco Mil reais), e será exigido exame antidoping.

As provas da Tríplice Coroa Pernambucana 2021, também sofreram alterações. As distâncias passaram a ser de 1.200, 1.400 e 1.700 metros.

Confira os regulamentos.

 

COPA POTRO DO FUTURO- ABCPCC – 2021

 REGULAMENTO

Reservada para produtos de Criação Nordestina com 02 anos hípicos, aberta também para produtos Nacionais (nascidos nas Regiões Norte, Sudeste, Sul e Centro Oeste), desde que, sejam inéditos em Hipódromos Oficiais, possuam 02 anos hípicos e que estejam alojados na Madalena até 15 de abril de 2021.

1º. Em todas as reuniões serão realizadas provas classificatórias para a final da Copa Potro do Futuro, sendo a primeira prova na distância de 800 metros e as restantes, acrescidas de 100 metros a cada provas, até o limite de 1.200 metros.

2º. Os animais que obterem 02 (duas) vitórias durante as provas classificatórias, já estarão automaticamente classificados para a final da Copa, não podendo, portanto, participar das demais provas restantes.

3º. Peso: Cavalos 56 kg e Éguas 54 kg. Acréscimo de 2 kg para os nascidos fora da Região Nordeste. Não haverá descarga para aprendizes. A cada vitória em provas classificatórias, acréscimo de 2 kg.

4º. As vitórias obtidas nas provas da Copa, como são preparatórias, não contarão como vitória na turma, permanecendo os animais na 14ª turma (Eliminatória).

5º. A premiação será de R$ 1.000,00 (mil Reais) para o animal vencedor de cada prova classificatória, com redução de 30% para os páreos formados com menos de 5 inscrições. Comissões dos profissionais de acordo com o Código Nacional de Corridas (CNC).

6º. No dia 26 de junho de 2021 será realizada a final da Copa Potro do Futuro – ABCPCC, na distância de 1.000 metros, reunindo os (05) cinco melhores potros/potrancas, com bolsa de R$ 5.000,00 (cinco mil reais).

7º. Será realizado exame antidoping no animal vencedor. Em caso positivo, o animal será desclassificado, perdendo o direito as premiações.

8º. O Haras Depiguá oferecerá uma premiação extra para o Treinador e o Jóquei vencedores da Copa. O prêmio será de uma Bicicleta para cada profissional vencedor.

9º. Os casos omissos serão resolvidos pela Comissão de Corridas.

 

TRÍPLICE COROA PERNAMBUCANA – 2021

REGULAMENTO

1ª PROVA – 21/08/2021 – 1.200 m – PROVA ESPECIAL FELIPE CAMARÃO

2ª PROVA – 23/10/2021 – 1.400 m – PROVA ESPECIAL DUARTE COELHO

3ª PROVA – 27/11/2021 – 1.700 m – PROVA ESPECIAL MAURÍCIO DE NASSAU

Reservada para produtos de Criação Nordestina com 03 anos hípicos, aberta também para produtos Nacionais (nascidos nas Regiões Norte, Sudeste, Sul e Centro Oeste), desde que, sejam inéditos em Hipódromos Oficiais, possuam 03 anos hípicos e que estejam alojados na Madalena em no máximo três meses antes da primeira Prova.

1º. Peso: Cavalos 56 kg e Éguas 54 kg. Acréscimo de 2 kg para os nascidos fora da Região Nordeste. Não haverá descarga para aprendizes.

2º. As vitórias obtidas nas provas da Tríplice Coroa não contarão como vitória na turma (exceto para os animais da Eliminatória).

3º A Bolsa de cada prova será de R$ 2.000,00 (Dois mil Reais). Comissões dos profissionais de acordo com o Código Nacional de Corridas (CNC).

4º As Provas formadas com menos de cinco cavalos terão redução de 30% nas premiações.

5º. Será realizado exame antidoping no animal vencedor. Em caso de positivo o animal será desclassificado perdendo o direito as premiações.

6º. Os casos omissos serão resolvidos pela Comissão de Corridas.

Recife, 17 de março de 2021.

Diretoria e Comissão de Corridas


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *